Sobre a Casa: Inaugurada em 18 de julho de 2015 pelos sócios Ângela Castelo Branco e Giuliano Tierno, A CASA TOMBADA abriga debaixo de um mesmo teto salas de aula, ateliês, biblioteca, café, espaço para convívio, exposições e conversas em diferentes formatos.

Lugar de Arte, Cultura e Educação na cidade de São Paulo, A Casa tem sido reconhecida pelo trabalho de excelência desenvolvido ao longo dos últimos anos nas áreas de literatura, oralidade e escritura.

Com caráter (in)disciplinar, busca diminuir as fronteiras entre as linguagens artísticas, o fazer e o pensar. Os cursos e encontros que acontecem na Casa são construídos de forma artesanal e estão voltados para os saberes de experiência dos participantes.

Desde a sua fundação, A Casa vinculou-se à FACON – Faculdade de Conchas, pela qual oferta cursos de pós-graduação nas temáticas de:

  • A arte de contar histórias- abordagens poética, literária e performática
  • Artes manuais para a Educação (sobre a perspectiva Waldorf)
  • Arte e Educação: caminhada como método
  • A experiência da escrita: corpo, escuta, gesto
  • Histórias e culturas Afro-brasileira e Indígena
  • Juventudes Contemporâneas: formação e invenção de possibilidades
  • O livro para a infância- textos, imagens, materialidades.

A lógica dos cursos e dos encontros não é o da troca, do “serviço”, mas da “graça”, em que se sustenta a crença no acontecimento.

A Casa tem sido um lugar de acolhimento e convivência entre os seres.

Vive-se em companhia da poesia na parede, das galinhas que botam seus ovos no jardim até a feitura de um pão na hora, para ser servido enquanto respira. Um lugar de convívio estético e ético. Onde os saberes não se escondem, servem para dar. 

 

Além dos cursos vinculados à Facon, a equipe de artistas/educadores da Casa Tombada realiza:

  • Cursos livres de curta duração (ateliês de criação e rodas de conversa);
  • Grupos de estudo;
  • Ateliês Literários (leitura, escrita e oralidade);
  • Aulas-Poema (encontros para escrever e falar sobre a escrita);
  • Encontros de formação para educadores e mediadores culturais;
  • Lançamentos de livros e encontros com autores;
  • Assessoria em Arte e Literatura para escolas e instituições culturais;
  • Sessões de Narração Oral.

CUIDADORES GERAL
d’A CASA TOMBADA:

angela
Ângela
Castelo Branco

Doutoranda em Artes pelo Instituto de Artes da Unesp. Mestre em Educação. Poeta. Arte e Educadora. Foi coordenadora da Ação Educativa da Exposição REVER – Augusto de Campos, no SESC Pompeia, em 2016. Possui importantes publicações na área da literatura e pesquisa sobre escrita na Universidade de Lisboa-Portugal. É professora de escritura nos cursos de pós- graduação “A arte de contar histórias – abordagens poética, literária” e performática e “O livro para a infância” – realizados pela Casa Tombada em parceria com a Facon. É autora dos livros Epidermias e “É vermelho o início da árvore”. Escreve regularmente no www.angelacastelobranco.blogspot.com

Giu
 Giuliano Tierno
de Siqueira

Doutor e mestre em Artes pelo Instituto de Artes da Unesp. Contador de histórias e pesquisador na arte narrativa em contexto urbano. Autor de publicações acadêmicas na área de arte e educação e de livros de conto, como Quintal, pela editora Globo. Organizador do livro “A Arte de Contar Histórias. Abordagens poética, literária e performática”. Coordenador de Artes do Colégio Augusto Laranja. Idealizador, coordenador e professor do curso de pós-graduação lato sensu A arte de contar histórias. Professor Colaborador do Instituto de Artes da Unesp.