Os amantes, por Natalia Barros

Por Natalia Barros

(os amantes para sempre)

Era uma vez a primeira Primavera do mundo. Os amantes conheceram-se nessa Primavera e fizeram amor na terra em cima das flores debaixo das árvores cheias de flores e de ovos. Continuaram a fazer amor no Verão. Debaixo das árvores carreadas de frutos e de folhas no meio dos grilos e das cigarras, no mar e nas searas. Quando veio o Outono, continuaram a fazer amor na terra, as folhas caíram sobre eles e eles não se importavam, até gostavam. No inverno, a neve caiu sobre eles e tapou-os completamente. Era o último Inverno do mundo, um Inverno que durou para sempre sobre a neve sobre os amantes e os amantes fazem amor dentro da neve para sempre.

(Poema da poeta portuguesa Adília Lopes, publicado no livro Caras Baratas – antologia, editora Relógio D’Água, em 2004.)

                                                                                    

Porque falar de amor. Se existe algo que importa é o corpo a corpo. A germinação do corpo das flores e dos pássaros, dos ovos, dos frutos; e a experiência de sermos em relação direta, em campo íntimo e aberto. E para encarnar na escrita o corpo está em duração, em permanência e mutação. ‘Sempre’ é um lugar de presença, os amantes para sempre sazonais. As estações se escrevem na rotação dos dias. Quem escreve está no dia mais brilhante do ano? Ou dentro da noite mais longa? Estamos em casa, na casa do outono aqui no hemisfério sul, e continuamos a fazer amor na terra, com as folhas em branco caindo sobre nossos corpos.

Esse poema fala de ritmo, erotismo e fertilidade. O que fecunda conta uma história.

 

 

Referência das Imagens:

artista: Biba Rigo

imagem externa:  Sem título/ carvão sobre parede/2020

imagem interna: Pouso/ monotipia sobre tecido/2020

Outras Palavras

Cursos d'A Casa

[09/11] Escutas radicais: ecologia de práticas e práticas em ecologia – com Sebastian Wiedemann

[09/11] A linha e seus papéis: cartografias do desenho – com Edith Derdyk

[04/11] Escritas de quarentena – com Tatiana Barbosa Cavalari

[28/10] Fantasia e design nos livros ilustrados como conceito e método – com Michaella Pivetti

[28/10] Narraturgia: de curtas-metragens a narração oral – com Gazel Zayad

[28/10] A potência da argila na vivência infantil – com Débora Amaral

[23/10] “Eu me lembro”: escrita de memórias em fragmentos – com Tatiana Barbosa Cavalari

[21/10] Maria Gabriela Llansol: fragmentos de um Cor’p’oema – com Janaina de Paula

[21/10] Poesia como ato político – com André Gravatá / 3ª turma

[20/10] Abrir-se para a escuta: de si e do mundo – com Adriana Friedmann

[15/10] Uma mala corpo casa para viajar – com Jullipop

[14/10] Construindo um livro-casa pop-up: a Engenharia de Papel em prol da narrativa – com Gustavo de Magalhães

[14/10] O rito de passagem das fotografias: reinvenção de memórias – com Sandra Lessa e professores convidados

[10/10] Oficina de colagem: O que é ser criança? – com Sofia Lemos

[10/10] De infância e nuvens: o contador de histórias e o imaginário infantil – com Giba Pedroza

[07/10] Dança da mão: desenho solto – com Biba Rigo

[06/10] Introdução à técnica do Papercutting/Kiriê – com Ariádine (2ª turma)

[02/10] Jornada de mulheres heroicas: histórias que precisamos contar / 3ª turma – com Yohana Ciotti

[01/10] Resolução de conflitos na sala de aula por meio das Assembleias Dramatizadas – com Ana Lucia Arbex

[01/10] Oficina de poesia: O delírio da palavra – com Tatiana Fraga

[01/10] A linha e seus papéis: indício, desígnio, anotação e acontecimento / 3ª turma – com Edith Derdyk

[30/09] Onde vive o movimento nas narrativas? A potência de conviver com as imagens e manter o movimento – com Melissa Migliori

[29/09] Narrando Infâncias – com Gazel Zayad

[24/09] Literatura da interioridade: reflexões sobre espiritualidade antiga – com Arturo Gamero

[16/09] Conto de Fadas: Retorno ao País da Infância – com Marco Haurélio – 3º módulo

[08/09] Mergulho na História – Linhas, agulhas e teares com Ana Luísa Lacombe

[08/09] Oficina de Criação de Livro Ilustrado – palavra e imagem, com Odilon Moraes e Carolina Moreyra

[01/09] Livro de Artista e suas extensões gramaticais – curso de extensão universitária, coordenação de Edith Derdyk

[12/08] Encontros com o Povo Verdadeiro – Angela Pappiani