“(...) Ou talvez tanta revolta” - Educação, Literatura de autorias negras e Construção de Imaginários - com Juliana dos Santos e Magno Rodrigues Faria

Sobre o curso

Olhar os textos de autoria negra na sua profundidade, multidimensionalidade, pluralidade e conexões tensiona imaginários estereotipados e reducionistas em torno destas vozes!

Portanto, este “cursoficina” é um convite a imergir nas textualidades negras reconhecendo o seu potencial estético, literário e político, especificamente, no contexto de formação de educadoras/es, de modo a impulsionar perspectivas e práticas emancipatórias nos espaços de educação.

Os cabelos da eternidade
São mais longos que os tempos de agora
São mais longos que os tempos de outrora
São mais longos que os tempos da era nova
(Gilberto Gil – Nova Era)

Percurso do curso

Encontro 1 (22/7): Navalha na carne

  • Pra começo de conversa – conhecendo quem chega
  • Apresentação da ementa
  • Apresentação do artigo de conclusão de curso “Paixão de Cláudia – as narrativas para além do periodismo” da pós-graduação em A arte de contar histórias (2015)
  • Obras literárias: Cartas pra minha mãe (Teresa Cárdenas); Olhos d’água e Ponciá Vicêncio (Conceição Evaristo); Traga-me a cabeça de Lima Barreto (Hilton Cobra)
  • Obras de fundamento: Achille Mbembe; Grada Kilomba; Patricia Hill Collins

 

Encontro 2 (23/7): Encantarias

  • Separar as pessoas em pequenos grupos para leitura de textos de autorias negras. Obras literárias: Torto Arado (Itamar Vieira Jr), Água Funda (Ruth Guimarães), Jimú: memória das águas (Aislane Nobre), Contos Negros (Ruth Guimarães) e poesias de autoras/es negras/os)
  • Conversações em torno de textos literários de autorias negras: linhas e entrelinhas (des)costurando tempos, memórias e imaginação.
  • Obras de fundamento: Leda Maria Martins, Guerreiro Ramos, Ruth Guimarães, bell hooks, Abdias Nascimento
  • Disponibilizar três experiências e projetos para análise a partir das referências apresentadas no curso
  • Performance poética: Cris Santos

 

Encontro 3 (26/7): Até que nem tanto esotérico assim…

  • Performance poética: Stephanie Felício
  • Partilha das impressões da análise
  • Transposição às práticas de cada um/a: O que o curso pode afetar no meu cotidiano
  • Avaliação

 

Bibliografia / videografia / webgrafia

CARDENAS, Teresa. Cartas para minha mãe. Rio de Janeiro: Pallas, 2010

COLLINS, Patricia Hill. Pensamento feminista negro: conhecimento, consciência e a política do empoderamento. São Paulo: Boitempo, 2019

EVARISTO, Conceição. Ponciá Vicêncio. Belo Horizonte: Mazza, 2003

EVARISTO, Conceição. Olhos d’água. Rio de Janeiro: Pallas: Fundação Biblioteca Nacional, 2016

FURTADO, Jorge. O mercado de notícias. [DVD] Produção de Nora Goulart, direção de Jorge Furtado. Porto Alegre, RS. Casa de Cinema de Porto Alegre, 2014.1 DVD, 94′

FELINTO, Renata. Paixão de Cláudia – A arte como instrumento de mobilização: sobre a força do ato cultural. In: O MENELICK 2º ATO. Ano IV. Edição ZEROXII. São Caetano do Sul, SP. Mandelacrew Comunicação e Fotografia, 2014

GUERREIRO RAMOS, Alberto. “Patologia social do branco brasileiro”. Introdução crítica à sociologia brasileira. Rio de Janeiro: Editora UFRJ, 1957.

GUIMARÃES, Ruth. Água Funda. São Paulo: Editora 34, 2018

GUIMARÃES. Ruth. Contos Negros. São Paulo: Faro Editorial, 2020

HAMPATÉ BÂ, Amadou – A tradição viva. In: História Geral da África I. Metodologia e pré-história da África. Organizado por Joseph Ki-Zerbo. São Paulo, Ed. Ática/UNESCO, 1980, pp.181-218

HILTON COBRA. Tragam-me a cabeça de Lima Barreto. – Teatro disponível em https://www.youtube.com/watch?v=aK_awgCnrUE

hooks, bell. Olhares negros: raça e representação. São Paulo: Elefante, 2019

KILOMBA, Grada. Memórias da plantação: episódios de racismo cotidiano. Rio de Janeiro: Cobogó, 2019

MARTINS, Leda Maria. “Arabescos do Corpo Feminino. Gênero e Representação na Literatura Brasileira”. DUARTE, Constância Lima, DUARTE, Eduardo de Assis, BEZERRA, Kátia da Costa (orgs.). Mulher e Literatura, v.2. Belo Horizonte, Faculdade de Letras da IFMG, 2002

MBEMBE, Achille. Crítica da razão negra. Lisboa: Editora Antígona, 2014

NASCIMENTO, Abdias. O quilombismo: documentos de uma militância pan-africanista. 3ªed. São Paulo: Editora Perspectiva; Rio de Janeiro: Ipeafro, 2019

NOBRE, Aislane. Jimú [livro eletrônico]: memória das águas. Conceição da Feira, BA: Andarilha Edições, 2021

RACIONAIS MC’S. Mágico de Oz. – Clipe disponível em https://www.youtube.com/watch?v=pW_6_X9TZSY

TÜRCKE, Christoph. Sociedade Excitada – filosofia da sensação. Campinas, SP. Editora Campinas, 2010. (pp.13 -86)

VIEIRA JUNIOR, Itamar. Torto arado. São Paulo: Todavia, 2019

Quem é a professora e o professor?

JU e Magno

Juliana. Cresceu na comunidade Real Parque! É educadora. Atua como coordenadora na Comunidade Educativa Cedac. É integrante da Coletiva Fiandeiras.

Magno. Nascido e criado em Guaianases, educador que possui especialização em “Arte de Narrar Histórias”. Coordenador da biblioteca do Ateliescola Acaia e do Instituto Çarê Heliópolis/@vozes_perifericas

 

Quando

Dias  22, 23 e 26/7
Das 19h às 21h

Onde 

Online
As informações de acesso serão disponibilizadas por e-mail.

Público

Geral

Investimento

R$ 270,00

PagSeguro
* em até 4X sem juros no cartão de crédito.
* 3,5% de desconto para pagamentos via boleto bancário.

PayPal
* 3,5% de desconto no cartão de crédito (parcela única).
* em até 6X sem juros no cartão de crédito.

VOCÊ PRECISA  ESPERAR  A DATA DO CARTÃO VIRAR?
Fale com a gente e reserve sua vaga pelo e-mail cursos.acasatombada@gmail.com 

Informações sobre bolsa
Clique aqui

Outros cursos d'A Casa

[31/07/21] Bate-papo: Paraskeué e os processos de cura – com Flávio Fêo e Naine Terena

[27/07/21] Contar e Visualizar: Transpondo as Imagens para o Corpo e a Palavra – com Simone Grande

[27/07/21] Poesia marginal e periférica – com Jéssica Balbino

[27/07/21] Mergulho da História: o Lobo – com Ana Luísa Lacombe

[26/07/21] Evolurir ou rirvolucionar: a graça de viver – com Paulo Federal (Palhaço Adão)

[26/07/21] Narração de Histórias e o Direito à Preguiça – com Giuliano Tierno

[26/07/21] O ovo, a tartaruga e a noite: mitos de origem e o gesto criativo – com Ana Gibson e Juliana Franklin

[24/07/21] Rodas populares – com Xavier Francisco

[24/07/21] A arte de narrar histórias pretas – com Giselda Perê

[23/07/21] Uma leitura indígena sobre o Pensamento de Fanon – com Geni Núñez

[23/07/21] Masculinidades: sociedade, política e subjetividade – com Marcos Felinto e Viny Rodrigues

[22/07/21] #artistaDEFpresente: novas perspectivas sobre o corpo com deficiência – com Estela Lapponi

[21/07/21] Estudos para nascer palavra – com André Amaral

[21/07/21] Poéticas caiçaras: memórias subterrâneas e oralidade pulsante – com Janaína de Figueiredo

[20/07/21] O sacy conta sua história – com Tati Fraga

[20/07/21] Invenção Literária: do começo aos meios – com Cristino Wapichana

[20/07/21] Entre infâncias e literaturas – com Juliana Correia

[20/07/21] Férias com a Carroça de Mamulengos

[20/07/21] III Ciclo de encontros: Poética latino-americana e pensamento da descolonização: caminhos, narrativas e utopias – com Bruno Simões

[19/07/21] C.A.S.A./Combo de Arte Sonora & Afins – com Ricardo Aleixo

[19/07/21]Conversas ao pé do fogo. Viver e contar: a maravilha dos mundos – com Mara Vanessa

[19/07/21] Conto de acordar memória – com Giba Pedroza

[19/07/21] A fotografia como arte literária – com Dúnya Azevedo

[19/07/21] A mulher que se escreve – com Ciça Lessa