Mulheres de Olhos Grandes

Sobre a apresentação

Da experiência e contato entre narradores e autores de países latino-americanos, em 2016 a cia. Conto em Cantos estreou o espetáculo de teatro-narrativo “Mulheres de Olhos Grandes” voltado ao público jovem e adulto.
O espetáculo de contação de histórias é livremente inspirado na novela “Mujeres de Ojos Grandes” da escritora mexicana Ángeles Mastretta e mistura relatos ficcionais e reais da atriz Priscila Harder. Pouco a pouco vamos descobrindo a história de mulheres fascinantes. A música ao vivo, tocada no violão por Luis Aranha, contrapõe, complementa e dialoga com o ritmo e nuances da narração.
As texturas e vozes da narradora e do violão entrelaçadas fazem do espetáculo uma experiência sensível e polifônica.
Evocamos o protagonismo feminino: a partir da voz de uma mulher são narradas histórias de suas antepassadas, histórias protagonizadas também por mulheres. Sob a ótica da mulher são relatadas histórias e conflitos cotidianos com finais surpreendentes.

 

Ficha Técnica

Narradora: Priscila Harder

Músico: Luis Aranha

Concepção: Priscila Harder e Juliana Offenbecker

Realização: cia. Conto em Cantos

Indicação de faixa etária: a partir de 14 anos

Quem são os artistas?

A cia Conto em Cantos, fundada pelas contadoras de histórias e atrizes Priscila Harder e Juliana Offenbecker, há 14 anos realiza apresentações de teatro e de narração de histórias. Além de se apresentar em diversas regiões do Brasil, participou nos últimos anos de festivais na América Latina (Colômbia, Peru, México, Argentina e Chile). Luis Aranha é compositor, violonista e cancionista. Foi por 6 anos diretor musical dos espetáculos concebidos pelo Grupo Redimunho e há 3 anos integra a cia. Conto em Cantos.

Quando

15 de março
(sexta-feira, 20h)

Público

Idade mínima: 14 anos

Turma

40 vagas

Investimento

R$ 30,00

Outros cursos d'A Casa

[26/04] Conto Tradicional: Viagem de Retorno ao País da Infância

[07/05] Cantar a Voz com Nani Barbosa e Renata Gelamo

[06/05] Histórias de Boca: Contos Tradicionais na Educação Infantil

[08/04] Escrituras do olhar: o espaço entre a palavra e a imagem

[02/04] Diálogos sobre o tempo

[25/03] A Experiência do Flow

[03/04] Vidas em livro – Memórias e Autobios

[21 e 22/03] Como os corpos performam o espaço (e vice e versa)

[21/03] Processos de Criação e Bordaduras

[23/03] Grupo de estudos Filosóficos

[28/03] Encontros com o Povo Verdadeiro

[01/04] Vivência com o Grupo Sabuká (cantos, danças e roda de conversa)

[13 e 27/03] Encontros sobre Spinoza com Carla Ferro

[08/03] Para narrar com imagens é preciso saber desenhar? Com Aline Abreu

[23/03] Grupo de Estudos – Alternativas à Medicalização da Infância

[04/05] Workshop Fotografia e Tecnologia em 1 dia

Histórias e Culturas Afro-brasileiras e Indígenas na Educação – 1º sem/2019

Narração Artística: Caminhos para contar histórias em contexto urbano – 1ºsem/2019

[Nova turma em breve] O livro para a infância: processos de criação, circulação e mediação contemporâneos

[Nova turma em breve] Artes Manuais para a Educação

[Nova turma em breve] Caminhada como método para a arte e educação

[Nova turma em breve] A vez e a voz das crianças: a arte de escutar e conhecer narrativas, linguagens e culturas infantis