Esperando não se sabe o quê, com Jorge Larrosa

Por Ângela Castelo Branco

 

Um livro com 523 páginas. Com uma pintura do século XIX na capa. Alguém entoando um ditado para seus alunos de bochecha rosada. Esperando não se sabe o quê, o nome.

Esse seria o ofício do professor. Aquele que professa. Não é sobre o trabalho do professor, sobre é sobre seu ofício. Ofício como modo de vida, vida que é gerada vivendo-se. Haveria um tipo de maestria, um tipo de precisão, de contorno, de estética nesse fazer?

Nós, os oficiantes. Nós, os que acreditamos que professamos algo. Onde e como estivemos esse tempo todo? Não seria a hora de falarmos concretamente conosco mesmos?

Nós, que sempre estivemos ali, entre a lousa, o giz, o data show, o quadro branco, a roda de cadeiras, a voz, as pranchetas, as carteiras, as salas de aula, o café, o e-mail, o whatsapp, o intervalo, as atividades, o pátio, o banheiro, a leitura, a escrita, o ditado, a cópia, a repetição, as aulas online, livros devorados, o planejamento, a avaliação, o relatório, a perturbação do sono.

Esperando o quê?

Esperando um dia olhar para nossas próprias experiências, esperando um dia termos tempo de nos debruçar sobre nossas próprias notações, a ponto de encontrar nelas pontos de aberturas, de respiros, a ponto de estranhar a própria espera, a ponto de encostar no porvir. Esperando que nosso modo de professar o que professamos perfure os nossos modos cansados, estruturados, viciados de contar nossas próprias experiências pedagógicas.

Nós, os oficiantes, sempre estivemos a espera de um dia dizer: não sei o quê.

Talvez tenha chegado o ponto de falar assim comigo mesma: faço concretamente não sei o quê, mas faço-me fazendo. Por isso indico vivamente o livro: Esperando não se sabe o quê. Sobre o Ofício de professor, lançado pela editora Autêntica, em 2018, escrito por Jorge Larrosa.

referência da imagem: Norbert Goeneutte The Lesson.

 

Outras Palavras

Cursos d'A Casa

[09/11] Escutas radicais: ecologia de práticas e práticas em ecologia – com Sebastian Wiedemann

[09/11] A linha e seus papéis: cartografias do desenho – com Edith Derdyk

[04/11] Escritas de quarentena – com Tatiana Barbosa Cavalari

[28/10] Fantasia e design nos livros ilustrados como conceito e método – com Michaella Pivetti

[28/10] Narraturgia: de curtas-metragens a narração oral – com Gazel Zayad

[28/10] A potência da argila na vivência infantil – com Débora Amaral

[23/10] “Eu me lembro”: escrita de memórias em fragmentos – com Tatiana Barbosa Cavalari

[21/10] Maria Gabriela Llansol: fragmentos de um Cor’p’oema – com Janaina de Paula

[21/10] Poesia como ato político – com André Gravatá / 3ª turma

[20/10] Abrir-se para a escuta: de si e do mundo – com Adriana Friedmann

[15/10] Uma mala corpo casa para viajar – com Jullipop

[14/10] Construindo um livro-casa pop-up: a Engenharia de Papel em prol da narrativa – com Gustavo de Magalhães

[14/10] O rito de passagem das fotografias: reinvenção de memórias – com Sandra Lessa e professores convidados

[10/10] Oficina de colagem: O que é ser criança? – com Sofia Lemos

[10/10] De infância e nuvens: o contador de histórias e o imaginário infantil – com Giba Pedroza

[07/10] Dança da mão: desenho solto – com Biba Rigo

[06/10] Introdução à técnica do Papercutting/Kiriê – com Ariádine (2ª turma)

[02/10] Jornada de mulheres heroicas: histórias que precisamos contar / 3ª turma – com Yohana Ciotti

[01/10] Resolução de conflitos na sala de aula por meio das Assembleias Dramatizadas – com Ana Lucia Arbex

[01/10] Oficina de poesia: O delírio da palavra – com Tatiana Fraga

[01/10] A linha e seus papéis: indício, desígnio, anotação e acontecimento / 3ª turma – com Edith Derdyk

[30/09] Onde vive o movimento nas narrativas? A potência de conviver com as imagens e manter o movimento – com Melissa Migliori

[29/09] Narrando Infâncias – com Gazel Zayad

[24/09] Literatura da interioridade: reflexões sobre espiritualidade antiga – com Arturo Gamero

[16/09] Conto de Fadas: Retorno ao País da Infância – com Marco Haurélio – 3º módulo

[08/09] Mergulho na História – Linhas, agulhas e teares com Ana Luísa Lacombe

[08/09] Oficina de Criação de Livro Ilustrado – palavra e imagem, com Odilon Moraes e Carolina Moreyra

[01/09] Livro de Artista e suas extensões gramaticais – curso de extensão universitária, coordenação de Edith Derdyk

[12/08] Encontros com o Povo Verdadeiro – Angela Pappiani