Palavras d'A Casa BLOG
image1 (1)
06 ago: [Livros à mão] A alma perdida, por Liliana Pardini
A primeira vez que me encontrei com esse livro ele estava pendurado por um fio, no estande da editora polonesa, na feira de livros de Bologna. Adoro admirar as ilustrações e sentir o formato de um livro, mas o que realmente me captura primeiro, desde pequena, é o texto.
Captura de Tela 2020-07-30 às 07.44.22
29 jul: [Livros à mão] Ai de nós, bruta flor, por Renata Penzani
Exercer a liberdade de desviar dele me interessa mais (quando posso), e por isso fico achando que vai interessar mais aos outros também. Resolvi falar dos livros que conversam comigo, com os quais eu criei intimidades, que me escutam e me explicam; aqueles que todos os dias olham para mim da estante, meio sujos e usados: vividos.
interna blog_21_julho_2020
21 jul: [Poemas à porta] Linha-lama, por Edith Derdyk
No instante em que li este poema de João Cabral de Melo Neto, pela primeira vez, os versos imediatamente ingressaram na paisagem que tanto caminho – a do desenho. Pode parecer meio estranho esta espécie de contrabando, emprestando a imagem deste poema e justapondo tais versos ao território do desenho
sonambulos
14 jul: [Poemas à porta] Sonâmbulos, por Arturo Gamero
Hoje, estas passagens nos soam como fragmentos de mundos extintos, profundamente adormecidos, agitam-se suavemente na penumbra dos olhos. O sonâmbulo é aquele em que a noite vivifica o laconismo onírico a tal ponto em que o corpo levanta-se numa rebelião comovente.