Que casa é essa?

PROGRAMAÇÃO DE FÉRIAS

JANEIRO E FEVEREIRO DE 2021

Edith Derdyk

PROGRAMAÇÃO

CURSOS ONLINE

[08/03/21] A Linha e seus papéis – com Edith Derdyk

[09/03/21] Escreviver – com Lúcia Castello Branco

[09/03/21] Ateliê de voz: escuta, experiência e criação – com Renata Gelamo

[09/03/21] Educação antirracista com histórias: mitos e contos africanos e afro-brasileiros – com Giselda Perê

[13/03/21] Correnteza: uma jornada de mulher em jogo – com Yohana Ciotti

[29/04/21] Descobrindo os 4 elementos da astrologia em nós – com Liliane Pellegrini e Melissa Migliori

ACONTECEU N'A CASA

[22/04] Que coisa incrível é um livro: história, criação e infâncias – com Cristiane Rogerio e Camila Feltre

[04/05] Entre ser um e ser mil: O livro como espaço poético – com Edith Derdyk

[15/05] A Arte da Escuta: Sobre leveza e exatidão com Giuliano Tierno

[09/06] Educação antirracista com histórias: Mitos e contos africanos e afro-brasileiros – com Giselda Perê

A CASA TOMBADA

LUGAR DE ARTE, CULTURA, EDUCAÇÃO

Inaugurada em 18 de julho de 2015 pelos sócios Ângela Castelo Branco e Giuliano Tierno, A CASA TOMBADA abriga debaixo de um mesmo teto salas de aula, ateliês, biblioteca, espaço para convívio, exposições e conversas em diferentes formatos.

Lugar de Arte, Cultura e Educação na cidade de São Paulo, A Casa tem sido reconhecida pelo trabalho de excelência desenvolvido ao longo dos últimos anos nas áreas de literatura, oralidade e escritura.

Com caráter (in)disciplinar, busca diminuir as fronteiras entre as linguagens artísticas, o fazer e o pensar. Os cursos e encontros que acontecem na Casa são construídos de forma artesanal e estão voltados para os saberes de experiência dos participantes.

TODA AULA É UM CONVITE AO NÓ.
REATAR O QUE ESTAVA
DEMASIADAMENTE FROUXO EM NÓS.

BLOG d'A CASA

Captura de Tela 2021-06-10 às 07.57.07
[Livros à mão] A Teoria da Navete, por Liliana Pardini

Segundo a Teoria da Navete, cada ser humano possui um corpo físico e um corpo cósmico. O físico é esse que podemos ver. E o cósmico é o universo interior, “que pode ser comparado a uma nave espacial com milhões e milhões de botões… que representam as emoções, os sentimentos, as sensações, o passado, os gostos e o porquê misterioso do nosso ser.”