Cadernos de histórias: o que eu preciso saber para contar? - com Mario Alves

Sobre o curso

Os povos originários da América do Norte contam uma história sobre tempos de crise, quando os planos dão errado e a vida parece estar se desmanchando. Antes de contá-la, é costume, nessa milenar tradição, refletir sobre algumas perguntas: quando foi que você parou de cantar? Há quanto tempo você não dança? Brinca? Desde quando você deixou de se encantar com as histórias, especialmente com as histórias da sua vida?

Neste encontro, abro meus cadernos de anotações (que tenho chamado de jardim de sonhos) para conversar sobre aspectos fundamentais da arte narrativa. Por que e como cultivar as histórias e colocá-las num campo expressivo?

De forma leve, profunda e interativa, vamos compartilhar experiências de vida e costurá-las (com fios de afeto) a contos da tradição oral do mundo – narrativas poderosas, capazes de, nesse caos de começo de milênio, iluminar nossos passos e reavivar os sonhos.

Sobre o professor

mario alves _cadero de histórias 2

Mário Alves nasceu em 1981, Ano Internacional da Pessoa com Deficiência. Por coincidência, ou não, é o primeiro filho de um casal de cegos, o que explica, em parte, sua paixão pela oralidade, bem como sua trajetória profissional: pós-graduado em História pela UFMG, formado em contação de história pelo Instituto Cultural Aletria, professor de História (2005 a 2012) nas redes pública e particular e educador do CCBB-BH e Casa Fiat de cultura. Entre 2015 e 2017, comandou o Canto do conto, projeto semanal de contação de história, realizado pela Fnac-BH Shopping. Integrou, de 2017 a 2019, as equipes dos projetos Ler é Viver e Era uma vez, em parceria com o Instituto Gil Nogueira. Apresentou-se em festivais literários como Flipoços, Bienal do livro judaico, Salão do livro de Minas Gerais, Flir, dentre outros. Artista da palavra e da escuta, Mário trabalha para que pessoas e grupos possam reconhecer, valorizar e contar histórias que potencializam e dão sentido à vida!

Quando

Dia 29 de janeiro
(sábado)
Das 10 às 12 horas

Onde 

Online
As informações de acesso serão disponibilizadas por e-mail.

Após o início do curso você terá acesso à plataforma de estudo d’A Casa por 3 (três) meses, onde poderá rever as aulas gravadas, ter acesso a materiais referenciais e espaço livre para prática e troca entre alunos e alunas.

Turma

Sem limite de vagas

Investimento

R$ 60,00

Alunes e ex-alunes d’A Casa Tombada têm 10% de desconto em todos os cursos livres. É só pedir o cupom de desconto pelo email cursos@acasatombada.com

VOCÊ PRECISA ESPERAR A DATA DO CARTÃO VIRAR?
Fale com a gente e reserve sua vaga pelo e-mail cursos@acasatombada.com

Bolsa de estudo

Aceitaremos inscrições para o processo de bolsa até sete (7) dias antes do início do curso.
[ Mais informações  clique aqui ]

Outros cursos d'A Casa

[22/02/22] Leituras cruzadas de A Queda do Céu e Grande Sertão: Veredas – com Marcelo Ariel

[04/02/22] Esperançar em tempo de desencante: a tarefa da educação – com Luiz Rufino

[02/02/22] O não saber na poesia – com André Gravatá

[01/02/22] Palavras-sementes na arte-ofício do contador de histórias – com Gislayne Matos

[01/02/22] Grafismo e pintura indígena – com Yaguarê Yamã Aripunãguá

[ 27/01/22] A Linguagem dos Pássaros: como os sonhos falam – com Kaká Werá

[ 25/01/22] BiograĐmeas: um carteado com o passado feminino Рcom Sandra Lessa

[24/01/22] Oficina de criação de livro ilustrado – com Carolina Moreyra e Odilon Moraes

[ 24/01/22] Educação Antirracista: entre saberes e fazeres – com Ananda Luz e Lolla Angelucci

[ 24/01/22] No conto me encontro e me reconto: uma travessia pelo conto “A Lenda das Areias” – com Tininha Calazans