Gingando com a literatura contemporânea brasileira - com Josiane Alves e Katiane Martins

Sobre o curso

O curso tem interesse em apresentar leituras da atual literatura contemporânea em roda, dialogando com a capoeira e outras manifestações artísticas. Para isso, se debruça na discussão dos conceitos acerca do que é literatura: literatura negro-brasileira ou afro-brasileira? Ainda em ginga, fala sobre Literaginga e seus desdobramentos. Para mais, rodearemos sobre a literatura escrita por mulheres. Os encontros chamam para um olhar sobre a literatura que mira o espaço geográfico, ocupado pelas mediadoras, em diálogo com escritoras/es do território brasileiro, bem como com as/os cursistas. Esse jogo entre literatura e sujeita/o também se interessa pelo estímulo da escrita autoral dos inscritos.

 

Percurso do curso

Encontro 1 (27/06): Gira mundo: apresentações e o conto “pode ligar o chuveiro?”

Encontro 2 (28/06): Jogo de dentro: conceitos camará 

Encontro 3 (04/07): Do berimbau à caneta: Literaginga como performance da escrita

Encontro 4 (05/07): Iêee, “eu não sei em que mundo você vive, mas eu vivo no mundo das palavras”

 

 

Bibliografia:

ADORNO, Camille. A arte da capoeira. 6. ed. Goiânia, GO: Kelps, 1999.

ALVES, Miriam. BrasilAfro autorrevelado: Literatura Brasileira contemporânea. Belo Horizonte: Nandyala, 2010.

AREIA, Almir das. O que é capoeira. São Paulo, Brasiliense, 1983.

CAMPOS, Hélio. Capoeira Regional: a escola de Mestre Bimba. Salvador: EDUFBA, 2009.

CRUZ, José Luiz Oliveira. A capoeira angola na Bahia. 2. ed. Rio de Janeiro: Pallas, 1997.

CRUZ, José Luiz Oliveira. Capoeira angola: do iniciante ao mestre. Salvador: EDUFBA; Pallas, 2003.

CUTI, Luiz Silva. Literatura negro-brasileira. São Paulo: Selo Negro, 2010.

DUARTE, Eduardo de Assis. Por um conceito de literatura afro-brasileira. In FERREIRA, Elio; FILHO, Feliciano José Bezerra (Orgs). Literatura, história e cultura afro-brasileira e africana. Teresina: Editora da UFPI, 2013. 

EVARISTO, Conceição. Da grafia-desenho de minha mãe, um dos lugares de nascimento de minha escrita. In: ALEXANDRE, Marcos Antônio (Org.). Representações performáticas Brasileiras: Teorias, Práticas e suas interfaces. Belo Horizonte: Mazza, 2007.

______. Gênero e etnia: uma escre(vivência) de dupla face. In: MOREIRA, Nadilza Martins de Barros; SCHNEIDER, Liane. (Orgs.) Mulheres no mundo: etnia, marginalidade e diáspora. João Pessoa: Idéia Editora Ltda, p. 201-212, 2005.

______. Olhos d’água. Rio de Janeiro: Pallas/Fundação Biblioteca Nacional, 2016.

______. Becos da Memória. Florianópolis: Ed. Mulheres, 2013.

FONSECA, Maria Nazareth. Poesia Afro-brasileira – Vertentes e feições. Literafro: O portal da literatura brasileira. 2006. Artigo disponível em: Acesso em: 20 de maio de 2019.

História da capoeira; mestre Pastinha e outros mestres, Carolina Canguçu, Produção:TVE 2017. Disponível em: <https://https://www.youtube.com/watch?v= FPzGrKHZ2xQ &t=86s> Acesso em: 15 mar. 2020. Mín.1:23).

HOOKS, Bell. Ensinando a transgredir: a educação como prática da liberdade. São Paulo: WMF; Martins Fontes. (2013 [1994]).

JESUS, Carolina Maria de (2016). Diário de Bitita. São Paulo: Sesi/SP.

LORDE, Audre. Irmã outsider: ensaios e conferências. Belo Horizonte: Autêntica, 2020.

MARTINS, Leda Maria. A Cena em Sombras. São Paulo: Perspectiva, 2018.

NASCIMENTO, Abdias do. O genocídio do negro brasileiro: processo de um racismo mascarado. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1978.

ROSA, Allan da. Reza de mãe. São Paulo: Nós, 2016.

SILVA Cidinha da. Um exu em Nova York. Rio de Janeiro Pallas, 2018.

SOUZA. Neuza Santos. Tornar-se negro. Rio de Janeiro: Editora Graal, 1983.

VIEIRA JUNIOR, Itamar. Torto arado. 1a Reimpr. São Paulo: Todavia, 2019.

Sobre a professora

Josiane Alves, mestranda em Poéticas da Antiguidade à Contemporaneidade (UFES); Licenciada em Letras de língua portuguesa e suas literaturas (UNEB); Curadora do Sarau Não Cale a Arte e do projeto literário Farinha do mesmo saco: peneiras poéticas femininas, ganhador do Prêmio Cultura na Palma da Mão (2022). Desenvolve o projeto de escrita autoral @maisdesejodoquegente. Se interessa pelas produções artísticas literárias negro autorais de mulheres negras.

 

Katiane Martins, mestranda em Literatura e Alteridades (UFES); Licenciada em Letras de língua portuguesa e suas literaturas (UNEB); Curadora do Sarau Não Cale a Arte, premiado pelo Prêmio das Artes Jorge Portugal (2020). Educadora ativista da Rede Emancipa. Desenvolve pesquisas acerca da relação da literatura com a capoeira.

Quando

Dias 27/06, 28/06, 04/07 e 05/07
(segundas e terças-feiras)

das 19h às 21h

Onde 

Online
Todos os cursos online d’A Casa Tombada são realizados em nossa plataforma de estudo digital e podem ser acessados por três meses após o término do curso.
O acesso à plataforma será disponibilizado por e-mail.

Investimento

R$ 240,00

Alunes matriculados nas pós-graduações d’A Casa têm 25% de desconto em todos os cursos livres.

Alunes e ex-alunes d’A Casa Tombada têm 10% de desconto em todos os cursos livres. É só pedir o o cupom de desconto pelo email cursos@acasatombada.com

Pagar.me
Parcela única no boleto bancário OU
Em até 10 X sem juros no cartão de crédito

PayPal
Em até 10 X sem juros no cartão de crédito

VOCÊ PRECISA ESPERAR A DATA DO CARTÃO VIRAR?
Fale com a gente e reserve sua vaga pelo e-mail cursos@acasatombada.com

Bolsa de estudo

Aceitaremos inscrições para o processo de bolsa até sete (7) dias antes do início do curso.
[ Mais informações  clique aqui ]

Outros cursos d'A Casa

[28/08/2022] Mitos, contos e arquétipos – com Marco Haurélio

[10/08/2022] O Tarô e as histórias A jornada do louco através dos contos de tradição oral – com Keu Apoema

[21/07/22] Colagem: recorte a vida e transforme em arte – com Sofia Lemos / Módulo III: Desconstrução de paisagens com colagem

[09/06/22] Colagem: recorte a vida e transforme em arte – com Sofia Lemos / Módulo II: Colagem e técnicas mistas

[12/03/22] Grupo de estudos filosóficos (encontros mensais) – com Luiza Christov