Pensar política como uma mulher negra: uma imersão ao pensamento de Beatriz Nascimento e Lélia Gonzalez - com Simony dos Anjos

Sobre o curso

Como uma mulher negra, não poderia propor uma formação desta sem ser em primeira pessoa. Como surgiu a ideia deste pequeno curso em três aulas? Eu fui a única mulher candidata à Prefeitura de Osasco, e única pessoa negra entre os concorrentes. Logicamente, esse curso não é sobre política partidária, mas nasceu das experiências que tive em campanha.

Primeiramente, porque as mulheres negras estão em pequeno número não apenas nas candidaturas, mas em lugares de destaque na cidade de Osasco. Em segundo lugar, porque senti que há ausência da promoção do pensamento de mulheres negras brasileiras, em Osasco. Temos um conselho de promoção para a igualdade racial (COMPIR), pouco ativo na cidade e com pouca expressão. 

Andar pelas ruas e falar com as mulheres negras, me  mostrou que o diálogo e a conversa sobre mulheres negras é urgente. Ouvi muito, nas ruas, principalmente de mulheres mais velhas, como era bom elas verem mulheres “como nós” na política. Então pensei, porque não abrir um caminho de possibilidades para essas mulheres negras Osasquenses?
 

Justificativa
Estamos em um momento histórico, no qual mulheres negras têm ocupado lugares de destaque na sociedade brasileira, e isso é fantástico! Contudo, as redes sociais, a mídia e o imediatismo da vida urbana, faz parecer que essa luta começou hoje. E ainda mais, nomes como Angela Davis, Audre Lorde, Patrícia Hill Collins, fazem parecer que essa discussão acontece e aconteceu apenas em terras estrangeiras.

Levando em consideração o contexto de Osasco –  uma cidade rica, mas com um déficit enorme em formação cultural, principalmente sobre negritude-, e a ausência da promoção de pensadoras negras brasileiras, pensei em realizar esse curso sobre Lélia Gonzalez e Beatriz Nascimento – duas pensadoras negras brasileiras potentes, que podem contribuir muito para a profusão do pensamento negro na cidade de Osasco.

Objetivo
Apresentar de maneira introdutória e acessível o pensamento de Lélia Gonzalez e de Beatriz Nascimento. Tendo como público alvo mulheres negras de todas as idades. Trabalharemos temas como “pretoguês”, “amefricanidade” e a relação entre origem social, raça e gênero. Essa discussão se dará a partir dos acontecimentos do cotidiano, evidenciando espaços da cidade, buscando fazer o conhecimento se concretizar no acontecimento da vida dessas mulheres. 

Percurso do curso

Encontro 1 (26/11): Conhecendo a vida das autoras, suas trajetórias no movimento social negro, na academia e na luta antirracista. Uma breve introdução ao feminismo negro e o porquê de se reconhecer a pluralidade dos “feminismos”. 

Encontro 2 (03/12): Discutindo Lélia Gonzalez, seu pensamento e contribuição para o feminismo negro brasileiro.  Textos base, dos quais serão extraídos os conceitos: 

GONZALEZ, Lélia. Racismo e sexismo na cultura brasileira. Revista Ciências Sociais Hoje, p. 223-44, 1984.

GONZALEZ, Lélia. “A categoria político-cultural da amefricanidade.” Tempo Brasileiro 92/93 (1988): 69-82.

 

Encontro 3 (10/12): Discutindo Beatriz Nascimento, seu pensamento e contribuição para o feminismo negro brasileiro. Finalização do curso com uma roda de conversa com troca de aprendizados e impressões. Texto base, do qual será extraído os conceitos: 

NASCIMENTO, Beatriz. “A mulher negra e o amor”; “A mulher negra no mercado de trabalho” In: HOLLANDA, Heloísa Buarque de (Org). Pensamento Feminista Brasileiro: formação e contexto. São Paulo: Bazar do tempo, 2019. p. 259 – 270

Quem é a professora

simony (1)

Simony dos Anjos é mãe do Bernardo e da Nina, Cientista Social graduada na Unifesp, Mestra em Educação pela USP e doutoranda em Antropologia pela USP. É integrante da Rede de Mulheres Negras Evangélicas e militante do PSOL.

Quando

Dias 26/11
e 03 e 10/12

 (às sextas-feiras)
Das 19h às 21h

Onde 

Online
As informações de acesso serão disponibilizadas por e-mail.

Público

Geral

Turma

15 vagas

Investimento
R$ 180,00

Alunes e ex-alunes d’A Casa Tombada têm 10% de desconto em todos os cursos livres. É só pedir o o cupom de desconto pelo email cursos.acasatombada@gmail.com

Pagar.me
Parcela única no boleto bancário OU
Em até 10 X sem juros no cartão de crédito

PayPal
Em até 10 X sem juros no cartão de crédito

VOCÊ PRECISA  ESPERAR  A DATA DO CARTÃO VIRAR?

Fale com a gente e reserve sua vaga pelo e-mail cursos.acasatombada@gmail.com 

Bolsas de estudo

Aceitaremos inscrições para o processo de bolsa até sete dias antes do início do curso. Mais informações no LINK

Outros cursos d'A Casa

[23/11/21] Poética latino-americana e pensamento da descolonização: caminhos, narrativas e utopias / III Ciclo de encontros – com Bruno Simões

[22/11/21] Deuses, deusas, monstros e heróis: da jornada heroica à experiência humana – com Marco Haurélio

[22/11/21] Encontros com o Povo Verdadeiro: narrativas tradicionais e histórias vividas com povos indígenas brasileiros – com Angela Pappiani

[11/11/21] Como traduzir um rosto – com Leo Gonçalves

[09/11/21] Tecituras de Lina: o bordado como processo / Cartas para Colette, Louise Bourgeois – com Ivy Ota Calejon

[09/11/21] Brincadeiras dançadas e cantadas: encantar e celebrar as nossas existências – com Vivian Parreira

[09/11/21] O mundo está prometido ao Drama-Poesia – com João Rocha

[09/11/21] O Desenho da Escrita e a Escrita no Desenho – com Edith Derdyk

[08/11/21] Histórias e tapetes: uma tradição milenar – com Warley Goulart

[08/11/21] Deuses, deusas, monstros e heróis: da jornada heroica à experiência humana – com Marco Haurélio

[08/11/21] Encontros com o Povo Verdadeiro: narrativas tradicionais e histórias vividas com povos indígenas brasileiros – com Angela Pappiani

[04/11/21] Colagem: recorte a vida e transforme em arte – Sofia Lemos – curso com 4 módulos independentes – Módulo IV