“Llansol: o sonho de que temos a linguagem” - oficina online OU presencial com Lucia Castello Branco

Sobre o curso

crédito da foto Maria José Vargas Boaventura, selo Oyá

A partir de um texto de Maria Gabriela Llansol, publicado em 1997 e intitulado O sonho de que temos a linguagem, e a partir dos sonhos de Llansol anotados no livro O caderno de [cem] sonhos de MGab, de Lucia Castello Branco, buscaremos pensar o sonho como um dos métodos de escrita de Llansol, buscando percorrer, também com a inspiração de Freud, esta “via régia do inconsciente”, tanto na escuta flutuante dos “legentes da nuvem”, quanto na escrita corpórea dos “textuantes da casa”.

Os legentes da nuvem assistirão remotamente às discussões, fazendo à distância, se o desejarem, os exercícios de escrita propostos.

Os textuantes estarão presentes no ateliê d’A Casa Tombada e serão os escribas dos sonhos de Llansol e dos sonhos por vir.

No ato da inscrição cada pessoa poderá escolher se participará online ou de maneira presencial. O conteúdo será o mesmo.

Percurso da oficina

Aula 1 (23/4): O caderno de sonhos de MGab: o caderno, o livro, o sonho, o texto, a notatio.
Aula 2 (24/4): O caderno de [cem] sonhos de MGab: um corpo cem memórias de paisagem, o biografema, a inficção.

Referências bibliográficas

BRANCO, Lucia Castello. O caderno de [cem] sonhos de MGab. Tiradentes: Oyá, 2021. [disponível no formato epub na Amazon]
FREUD, Sigmund. A interpretação dos sonhos (1900). In: Edição Standard Brasileira das Obras Psicológicas Completas de Sigmund Freud, v. 4 e v. 5. Rio de Janeiro: Imago, 1987.
LLANSOL, Maria Gabriela. O sonho de que temos a linguagem. Revista Colóquio Letras, Lisboa, Fundação Calouste Gulbenkian, n. 143-144, 1997. p. 11-17.
LLANSOL, Maria Gabriela. O sonho é um grande escritor. Livro de Horas VII. Lisboa: Mariposa Azual, 2020.

 

Sobre a professora

Lucia Castello Branco

Lucia Castello Branco é escritora, psicanalista e professora permanente do Programa de Pós-graduação em Letras da UFMG e do Programa de Pós- graduação em Literatura e Cultura da UFBA. Pesquisadora do CNPq desde 1991. Legente de Llansol desde 1992. O caderno [de] cem sonhos de MGab é sua publicação mais recente –  nos campos da teoria (literária e psicanalítica) e da “inficção” –, resultado de pesquisa financiada pelo CNPq [2010-2014].

 

Lançamento na Livraria d’A Casa

Com exclusividade, Lucia Castello Branco fará o lançamento do livro O caderno de [cem] sonhos de MGab na Livraria d’A Casa, no dia 23/4, às 16h.

Aquarela de Maria José Vargas Boaventura – imagem utilizada no livro O caderno de [cem] sonhos de MGab.

O caderno de [cem] sonhos de MGab, de Lucia Castello Branco (editora Letramento/Belo Horizonte)

A partir dos sonhos anotados de duas escritoras-sonhadoras e iluminada pelo Livro dos Sonhos, de Sigmund Freud, e pelo sonho do livro, de uma legente acordada para ler e escrever, constrói-se a trama desta narrativa de inficção, psicografada por Lucia Castello Branco e escrita com, para e por Maria Gabriela Llansol.

 

Inauguração da Residência Llansol: “Nicho de Escrita Comum”

Este é um sonho antigo, cultivado. Ter um lugar n’A Casa Tombada para que o texto da escritora Maria Gabriela Llansol pudesse estar à mão, para que pudesse entrar em mais pessoas, provocar a vontade única e incandescente de ler, de escrever.

Há cerca 12 anos, Ângela e Giuliano se encontravam com o texto de Llansol, com Lucia Castello Branco e seus alunos, com a vontade de “um convívio ético e estético”, com a “incompatibilidade entre a escrita e o medo”, com o vínculo em torno do anel.

A Casa Tombada foi inaugurada em julho de 2015, em homenagem ao livro Na casa de julho e agosto, de Llansol.

E agora, n’A Casa Tombada em Bragança Paulista, achamos um espaço que fica entre os dois quartos da residência onde colocamos algumas prateleiras. É ali que o texto de Llansol nos pediu para estar. Colocamos nessas prateleiras uma máquina de escrever, alguns lápis, alguns objetos, cadernos, livros e textos da escritora portuguesa Maria Gabriela Llansol e a partir dela. Esse é o nosso “nicho frágil de escrita comum” (Entrevistas, 2011, p. 28) ou, simplesmente, o nosso nicho de escrita comum

Para que a escrita não morra, para que o poema não morra, para que “a alegria de não interceptar as vozes que me falam” (Entrevistas, 2011, 29) perdure.

Este lugar será inaugurado no dia 24 de abril, na ocasião da vinda da Lucia Castello Branco e estará aberto para receber estudantes, pesquisadores, interessados na obra dessa autora que queiram se hospedar, que queiram mergulhar nesse caminho vivo de leitura e escrita.

Este nicho de escrita comum será pouco a pouco ativado, sempre complementado com novos materiais e uma programação de oficinas em torno desses “textos escritos em aberto”. (Entrevistas, 2011, p.29)

Quando

Dias 23 e 24/4 (sábado e domingo)
das 10h às 12h30
(intervalo de 20 minutos)

Onde 

Online
Todos os cursos online d’A Casa Tombada são realizados em nossa plataforma de estudo digital e podem ser acessados por três meses após o término do curso.
O acesso à plataforma será disponibilizado por e-mail.

Presencial
Rua Cel. Leme, 371 – Bragança Paulista

Investimento

Oficina presencial
R$ 300,00
Turma com 10 pessoas

Oficina online
R$ 180,00
Sem limite de inscritos
(mínimo de 15 pessoas)

Alunes e ex-alunes d’A Casa Tombada têm 10% de desconto em todos os cursos livres. É só pedir o o cupom de desconto pelo email cursos@acasatombada.com

Pagar.me
Parcela única no boleto bancário OU
Em até 10 X sem juros no cartão de crédito

PayPal
Em até 10 X sem juros no cartão de crédito

VOCÊ PRECISA ESPERAR A DATA DO CARTÃO VIRAR?
Fale com a gente e reserve sua vaga pelo e-mail cursos@acasatombada.com

Bolsa de estudo

Aceitaremos inscrições para o processo de bolsa até sete (7) dias antes do início do curso.
[ Mais informações  clique aqui ]

Faça sua inscrição para a oficina (online ou presencial) e ganhe o ebook 4 Pontos ao redor da aula e do estudo, de Ângela Castelo Branco

Outros cursos d'A Casa

[21/07/22] Colagem: recorte a vida e transforme em arte – com Sofia Lemos / Módulo III: Desconstrução de paisagens com colagem

[09/06/22] Colagem: recorte a vida e transforme em arte – com Sofia Lemos / Módulo II: Colagem e técnicas mistas

[25/05/2022] Laboratório de poética – A natureza das coisas: imagens lucrecianas – com Arturo Gamero

[17/05/2022] A arte de contar histórias como prática transformadora – com Emilie Andrade

[28/04/22] Colagem: recorte a vida e transforme em arte – com Sofia Lemos / Módulo I: Técnicas e a poética da colagem

[19/04/22] Sobre ser livreira: o papel do livreiro no acesso ao livro no Brasil – com Anna Luiza Guimarães e as convidadas Mariana Amargós e Sofia Correia

[31/03/22] Narradores de Vida: poéticas biográficas – com Sandra Lessa

[12/03/22] Grupo de estudos filosóficos (encontros mensais) – com Luiza Christov