Narrativas Adormecidas: O rito de passagem das fotografias – com Sandra Lessa

Sobre o curso

O desejo deste curso é escavar as ruínas da nossa história através de fotografias, e então acordar memórias adormecidas em camadas mais profundas para lhes atribuir voz. Retratos são registros fixos no tempo e vasculha-los é tanto encontrar recordações como lacunas de nossa história. Nesta arqueologia, cada pedaço recolhido de história de vida servirá para saudar nossa ancestralidade e também preencher frestas do esquecimento, através da reinvenção de si. Assim criaremos um exercício poético com nossa história anunciando uma arqueofotologia num rito celebrativo de recontar o que foi vivido. Uma imagem fotográfica acontece através da ação de uma energia radiante exposta à luz, assim também nossas memórias serão ‘re-veladas’, expostas à luz de nossa criação.

 

Roteiro do curso

Primeiro encontro (21/07) – O rito de passagem das fotografias. Abertura da jornada a partir do conto-invenção “Rito da renomeação da Terra de Santa Cruz: lugar de muitas rainhas e reis”.

Segundo encontro (28/07) –  A escavação dos nossos ossos: olhando fotografias antigas e revivendo imagens no tempo. Neste encontro, partimos da perspectiva que uma história é composta por camadas sobrepostas no tempo e vamos em busca de dar voz ao que não foi dito.

Terceiro encontro (04/08) – Escrever para narrar: as fotografias de família como matéria para a reescrita de nossa história de vida. Ou, a arte não como fixação do eu, mas como ficção do eu.

Quarto encontro (11/08) – Somos aquilo que narramos: rito como voz do mito.

Quinto encontro (18/08) – Troca dos ritos de passagens das fotografias (exercícios poéticos): “Outros retratos e novas histórias: e então a vida é surpreendida pelo encantamento da reinvenção”.

 

Bibliografia

  • Abamben, Giorgio. O que é o contemporâneo? In: O que é o contemporâneo e outros ensaios.

https://edisciplinas.usp.br/pluginfile.php/4332647/mod_resource/content/3/contempagamben.pdf

  • Gagnebin, Jeane-Marie. O rastro e a cicatriz: metáforas da memória. In: Lembrar. Esquecer. Escrever.

https://edisciplinas.usp.br/pluginfile.php/1963209/mod_resource/content/1/GAGNEBIN%2C%20Jeanne%20Marie.%20O%20que%20significa%20elaborar%20o%20passado.pdf

  • Robles, Martha. Antígona. In: Mulheres, mitos e deusas: o feminino através dos tempos.

 

Filmografia:

– Nostalgia da Luz / Nostalgia de La Luz – documentário. 2010: Patrício Guzmón

– Rito de Passagem – documentário. 2005 Realização: IDETI Direção: Angela Pappiani e Silvio Cordeiro

https://www.youtube.com/watch?v=KSAS3V4YxZo

Sobre a professora

Sandra Lessa

Sandra Lessa é autora dos livros “Foral das Ilhas: histórias de vida para além de um hospital” (2020, Arte Despertar e Proac); “O Narrador está em quem ouve: o estudo de histórias de vida no trabalho do ator performer” (2013, UNICAMP e NEA Edições Acadêmicas). Trabalha como narradora para o Instituto Museu da Pessoa de São Paulo e em hospitais públicos pela Associação Arte Despertar. Na área da memória e da cena contemporânea atuou como atriz e performer com Anna Maria Maiolino (performances In-atto, “É”, “Por um fio”), com coletivo alemão Rimini Protokoll no áudio-tour “Remote SP”, e com Núcleo Bartolomeu de Depoimentos no espetáculo “Memórias Impressas”. Em 2019 dirigiu a o espetáculo “Peça para Lembrar – memórias de moradores do Jaguaré” pelo Projeto Palco.

Interesse por novas turmas

Quando

Dias 21 e 28/7; 04, 11 e 18/8 (terças-feiras)
Horário; Das 19h às 21h

Todos os encontros são gravados, portanto é possível fazer a inscrição após o início do curso e ter acesso ao conteúdo anterior

Onde 

Online
As informações de acesso serão disponibilizadas por e-mail.

Público

Geral

Turma

30 pessoas

Investimento

R$190,00
em até 4x sem juros ou
7% de desconto à vista pelo PagSeguro.

 

Outros cursos d'A Casa

[21/11] Para Amar a Poesia: a arte da palavra e a infância – com Giba Pedroza

[30/11] Escritas de quarentena – com Tatiana Barbosa Cavalari

[19/11] A Poética do Objeto: da Metáfora ao Afeto – com Kelly Orasi

[18/11] Ateliê online: Práticas de desenho e pintura – com Biba Rigo

[12/11] Música Africana na Diáspora no Brasil – com Spirito Santo

[12/11] O Diário de Frida Kahlo: um escrever pictórico? – com Carla D’Alessandro

[09/11] Escutas radicais: ecologia de práticas e práticas em ecologia – com Sebastian Wiedemann

[09/11] A linha e seus papéis: cartografias do desenho – com Edith Derdyk

[15/10] Oficina de poesia: O delírio da palavra – com Tatiana Fraga

[14/10] O rito de passagem das fotografias: reinvenção de memórias – com Sandra Lessa e professores convidados

[16/09] Conto de Fadas: Retorno ao País da Infância – com Marco Haurélio – 3º módulo

[01/09] Livro de Artista e suas extensões gramaticais – curso de extensão universitária com coordenação de Edith Derdyk