Uma mala corpo casa para viajar – com Jullipop

Sobre o curso

Esse é um convite para investigar o conceito de estado de ateliê como possível recurso pedagógico no ato imersivo de experimentos estéticos. Segundo Ingold, “é através dos nossos pés em contanto com o chão que percebemos o corpo e o entorno”. Por rastro, lastro e marca esse movimento desenha paisagens, provoca novas geografias. Como habitar a casa? Como habitar o corpo? Como habitar uma mala corpo casa? Como caminhar para habitar corpo casa e mala?

 

Programa

Encontro 1 (15/10) – “Como habitar a casa?” Elucubrações em torno do significado da palavra MALA e reflexão a partir de nutrições estéticas que desloquem os sentidos em relação a pergunta que abre os encontros.

Encontro 2 (22/10) – “Como habitar o corpo?” Arrumar a mala para viajar com Nino Cais, Tim Ingold e Arnaldo Antunes.

Encontro 3 (29/10) – “Como habitar uma mala corpo casa?” Percepção dos eus que habitam um corpo pedagógico, que pode ser poético, ético, político, estético, ecológico, ao mesmo tempo, e que pode propor encontros estéticos de mesma expansão. Isso a partir de propostas práticas que aconteçam da composição de uma mala ateliê.

Encontro 4 (05/11) – “Como caminhar para habitar corpo casa e mala?” Quais itinerários são possíveis de serem promovidos a partir da experiência pessoal de um educador? O que mala corpo casa e viagem podem nos contar sobre arte e educação?

 

Funcionamento do curso

As aulas são práticas e teóricas. Convocam fazeres, experimentações estéticas no ato dos encontros e durante o percurso, com tarefas além encontro. Solicitam leituras, registros, documentações escritas e imagéticas. Tudo que um processo de pesquisa propõe.

A proposta é que cada encontro tenha 2h de duração. E o último encontro tenha 3h.
Cada encontro é composto de 4 momentos: acolhida, aquecimento nutritivo, produção, fechamento com pontos de observação que amarram o encontro.

Abertura do Percurso na aula 1: apresentação do grupo já com proposição integrada ao tema da viagem. Fechamento do percurso na aula 4: compartilhamento de proposições possíveis para serem experimentadas em sala de aula a partir do percurso pessoal de cada um.

Quem é a professora

Jullipop

Juliana Carnasciali / JULLIPOP é licenciada em Artes Visuais pela Faculdade de Belas Artes de São Paulo e pós graduada em “Caminhada como método para arte educação” pela Casa Tombada com coordenação de Edith Derdyk. Foi premiada duas vezes pelo Instituto Arte na Escola – Prêmio Arte na Escola Cidadã. Assessora escolas, instituições educativas e famílias a partir de um viés contemporâneo e rizomático. Atua como professora atelierista na Carandá Vivavida e como professora de Arte no Colégio Vital Brazil. Cultiva um projeto infantil chamado Muliga que conta com a publicação “Música e mais…” 2014 pela Editora Dash (@projetomuliga) _www.projetomuliga.com.br , um trabalho de música autoral (@jullipopmusica), uma pesquisa sobre estado de ateliê, via perfil @malaatelie, além de criar três filhas.

Quando

Dias 15, 22, 29/10 e 05/11 (às quintas-feiras)
Das 19h às 21h

Todos os encontros são gravados, portanto é possível fazer a inscrição após o início do curso e ter acesso ao conteúdo anterior

Onde 

Online
As informações de acesso serão disponibilizadas por e-mail.

Público

Educadores em geral

Turma

30 pessoas

Investimento

R$ 160,00

PagSeguro
* em até 4X sem juros no cartão de crédito.
* 7% de desconto para pagamentos via boleto bancário. Pagamentos online também têm desconto de 7%, mas estão disponíveis apenas para alguns bancos.

PayPal
* 7% de desconto no cartão de crédito (parcela única).
* em até 4X sem juros no cartão de crédito.

Outros cursos d'A Casa

[09/11] Escutas radicais: ecologia de práticas e práticas em ecologia – com Sebastian Wiedemann

[09/11] A linha e seus papéis: cartografias do desenho – com Edith Derdyk

[04/11] Escritas de quarentena – com Tatiana Barbosa Cavalari

[28/10] Fantasia e design nos livros ilustrados como conceito e método – com Michaella Pivetti

[28/10] Narraturgia: de curtas-metragens a narração oral – com Gazel Zayad

[28/10] A potência da argila na vivência infantil – com Débora Amaral

[23/10] “Eu me lembro”: escrita de memórias em fragmentos – com Tatiana Barbosa Cavalari

[21/10] Maria Gabriela Llansol: fragmentos de um Cor’p’oema – com Janaina de Paula

[21/10] Poesia como ato político – com André Gravatá / 3ª turma

[20/10] Abrir-se para a escuta: de si e do mundo – com Adriana Friedmann

[14/10] Construindo um livro-casa pop-up: a Engenharia de Papel em prol da narrativa – com Gustavo de Magalhães

[14/10] O rito de passagem das fotografias: reinvenção de memórias – com Sandra Lessa e professores convidados

[10/10] Oficina de colagem: O que é ser criança? – com Sofia Lemos

[10/10] De infância e nuvens: o contador de histórias e o imaginário infantil – com Giba Pedroza

[07/10] Dança da mão: desenho solto – com Biba Rigo

[06/10] Introdução à técnica do Papercutting/Kiriê – com Ariádine (2ª turma)

[02/10] Jornada de mulheres heroicas: histórias que precisamos contar / 3ª turma – com Yohana Ciotti

[01/10] Resolução de conflitos na sala de aula por meio das Assembleias Dramatizadas – com Ana Lucia Arbex

[01/10] Oficina de poesia: O delírio da palavra – com Tatiana Fraga

[01/10] A linha e seus papéis: indício, desígnio, anotação e acontecimento / 3ª turma – com Edith Derdyk

[30/09] Onde vive o movimento nas narrativas? A potência de conviver com as imagens e manter o movimento – com Melissa Migliori

[29/09] Narrando Infâncias – com Gazel Zayad

[24/09] Literatura da interioridade: reflexões sobre espiritualidade antiga – com Arturo Gamero

[16/09] Conto de Fadas: Retorno ao País da Infância – com Marco Haurélio – 3º módulo

[08/09] Mergulho na História – Linhas, agulhas e teares com Ana Luísa Lacombe

[08/09] Oficina de Criação de Livro Ilustrado – palavra e imagem, com Odilon Moraes e Carolina Moreyra

[01/09] Livro de Artista e suas extensões gramaticais – curso de extensão universitária, coordenação de Edith Derdyk

[12/08] Encontros com o Povo Verdadeiro – Angela Pappiani