Edição e representatividade: do catálogo à edição do texto, um olhar sobre a diversidade nos livros – com Lizandra Magon de Almeida

Sobre o curso

Que valores estão em jogo atualmente quando se pensa na edição de livros? A discussão sobre representatividade muitas vezes permanece na superfície, gerando uma reação em prol de uma suposta “qualidade” quando se fala de literatura, especialmente.

 

Toda a estrutura do conhecimento científico, especialmente nas ciências humanas, porém, vem sendo questionada. O filósofo Boaventura de Souza Santos fala há um tempo da necessidade de reconhecer as “epistemologias do sul” e de questionar a forma como se pensa as ciências humanas desde a sua estrutura – alterando inclusive a posição de sujeito-objeto para sujeito-sujeito, em uma desierarquização entre pesquisador e pesquisado.

 

A literatura para adultos e também para crianças é arte sim, mas ela também dialoga com o contexto social e político de onde é produzida. E o catálogo de uma editora também pode ter livros de não ficção – o que é mais um motivo para estar atento a outras vozes e outros protagonistas em toda a cadeia produtiva.

 

Nos quatro encontros queremos discutir a bibliodiversidade, com um olhar do macro para o micro. Começamos pensando nos valores que estariam presentes na formação do catálogo, depois na escolha do autor, até o processo de edição realmente do livro, dos mais diversos originais, a partir do conceito de representatividade. 

 

Percurso das aulas

Encontro 1 (10/8): Representatividade x qualidade literária. Direitos humanos, edição jornalística, novas epistemologias e a discussões identitárias influenciando o que é publicado – e, principalmente, o que é lido. 

Encontro 2 (17/8):  Catálogo, autores, equipe, fornecedores, personagens: o elenco por trás e nas páginas dos livros. 

Encontro 3 (24/8): Um original vira livro: edição de texto, copydesk, preparação de texto. Texto literário, texto de não ficção, texto autobiográfico, texto para crianças.
Proposta de atividades de edição em diversos estilos de texto.

Encontro 4 (31/8): Quês e porquês dos textos editados: discussão sobre a atividade de edição e sobre livros editados.

Proposições

. discussão de conceitos
. edição de textos
. pesquisa de conteúdo

 

Referências bibliográficas

Akotirene, Carla. Ó Paí, Prezada. Racismo e sexismo institucionais tomando bonde nas penitenciárias femininas. São Paulo: Jandaíra.

Candido, Antônio. Direitos humanos e literatura. In: Direitos humanos e…, org.

Candido, Antonio. O direito à literatura. São Paulo: Duas Cidades, 1995.

Kilomba, Grada. Memórias da plantação. Rio de Janeiro: Cobogó.

Medina, Cremilda. Entrevista, o diálogo possível. São Paulo: Ática.

Morin, Edgar. Meus demônios. Rio de Janeiro: Record.

Ribeiro, Djamila. Lugar de fala. São Paulo: Jandaíra.

Santos, Boaventura de Sousa. O fim do império cognitivo. Belo Horizonte: Autêntica.

Sodré, Muniz. Claros e Escuros: Identidade, Povo, Mídia e Cotas no Brasil. São Paulo: Vozes.

Quem é a professora

lizandra

Lizandra Magon de Almeida é diretora editorial da Editora Jandaíra. Jornalista formada pela ECA-USP, trabalha no mercado editorial desde 2001 como editora, tradutora e produtora de conteúdo.

Quando

Dias 10, 17, 24 e 31/8
 (às terças-feiras)
Das 19h às 21h

Onde 

Online
As informações de acesso serão disponibilizadas por e-mail.

Público

Geral

Turma

30 pessoas

Investimento

Quatro encontros
R$ 280,00

Alunes e ex-alunes d’A Casa Tombada têm 10% de desconto em todos os cursos livres. É só pedir o o cupom de desconto pelo email cursos.acasatombada@gmail.com

Pagar.me
Parcela única no boleto bancário OU
em até 10 X sem juros no cartão de crédito

PayPal
Em até 10 X sem juros no cartão de crédito

VOCÊ PRECISA  ESPERAR  A DATA DO CARTÃO VIRAR?
Fale com a gente e reserve sua vaga pelo e-mail cursos.acasatombada@gmail.com 

Bolsas de estudo

Aceitaremos inscrições para o processo de bolsa até um dia antes do início do curso. Mais informações no LINK

Outros cursos d'A Casa

[18/08/21] Arquétipos e construção de narrativas na tradição Tupi – com Kaká Werá

[10/08/21] Oficina de Versificação e Criação Poética – com Leandro Andreo

[10/08/21] Literatura indígena fantástica – com Yaguarê Yamã Aripunãguá

[09/08/21] Laboratório de escrita – com Arturo Gamero

[06/08/21] Necromaterialidade, biomaterialidade e a produção do em-comum como táticas artísticas para subverter a necropolítica. Desdobramentos latinoamericanos – com Jenny Fonseca Tovar

[06/08/21] Oficina de imersão no processo criativo: Investigação Rasgos – com Bárbara Melo

[05/08/21] Poéticas feministas negras, narrativas e contranarrativas sobre a cidade – com Natália Alves e Ricardo Aleixo

[05/08/21] Ateliê ON – com Biba Rigo

[05/08/21] Colagem: recorte a vida e transforme em arte – Sofia Lemos – curso com 4 módulos independentes

[04/08/21] O Jardim das delícias – com Natalia Barros

[03/08/21] Maria Gabriela Llansol, textos e amantes – com Jonas Samudio

[03/08/21] Tecituras de Lina – com Ivy Ota Calejon